Início » Blog » Botafogo Projeta Recorde de Receitas em 2024 sob Gestão de John Textor

Botafogo Projeta Recorde de Receitas em 2024 sob Gestão de John Textor

Botafogo Projeta Recorde de Receitas em 2024 sob Gestão de John Textor

Para 2024, o Botafogo, sob a administração da Eagle Football Holding de John Textor, antecipa o maior faturamento de sua trajetória. A empresa, responsável pela Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do clube, revelou projeções de uma receita anual de US$ 97 Mi (aproximadamente R$ 482 milhões pela valor atual), um marco inédito para o clube carioca.

Crescimento Financeiro desde a Chegada de Textor

Desde que John Textor assumiu o comando do Botafogo em 2022, o timetem tido um alavancamento expressivo em suas finanças.

Evolução das Receitas na Gestão SAF

Botafogo

  • 2022: O Botafogo viu suas receitas alcançarem US$ 24 milhões (cerca de R$ 119,32 milhões), marcando o início de uma nova era financeira.
  • 2023: As receitas deram um salto para US$ 78 milhões (em torno de R$ 387,79 milhões), com contribuições significativas de diversas fontes:Direitos de televisão: aumento de US$ 2,6 milhões (R$ 12,9 milhões);
  • Venda de ativos: incremento de US$ 16 milhões (R$ 79,5 milhões);
  • Patrocínios: mais US$ 5,4 milhões (R$ 26,8 milhões);
  • Eventos e dias de jogo no Estádio Nilton Santos: acréscimo de US$ 6,6 milhões (R$ 32,8 milhões);
  • Premiações em competições: mais US$ 9,4 milhões (R$ 46,7 milhões);
  • Vendas de uniformes e merchandising: aumento de US$ 2,4 milhões (R$ 11,9 milhões).
  • 2024 (Previsão): A expectativa é que as receitas atinjam US$ 97 milhões (R$ 482,25 milhões), estabelecendo um novo recorde para o Botafogo.

Essas projeções evidenciam a transformação financeira do Botafogo sob a gestão de John Textor, com perspectivas de alcançar o maior faturamento de sua história em 2024.

Assim o Botafogo Projeta Recorde de Receitas em 2024 sob Gestão de John Textor

Deixe um comentário