Ceará vence Sport nos pênaltis. Na partida de volta da final da Copa do Nordeste, realizada na Ilha do Retiro na quarta-feira (3). A torcida fez uma bela festa enquanto o Sport atacava intensamente o Ceará, apesar de perder muitas chances de gol. No tempo regulamentar, o Sport conseguiu vencer por apenas 1 a 0, com um gol marcado por Luciano Juba aos 26 minutos do primeiro tempo. No entanto, como o Vozão havia vencido a partida de ida por 2 a 1 na Arena Castelão, a disputa foi para os pênaltis.

O Ceará levou a melhor nos pênaltis, vencendo por 4 a 2, o que lhe garantiu o tricampeonato da Copa do Nordeste. Luciano Juba e Gabriel Santos tiveram suas cobranças defendidas pelo goleiro Richard, enquanto Erick, um jogador revelado pelo Náutico, marcou a última cobrança e selou a vitória do Alvinegro. Este já havia conquistado a taça em 2015 e 2020. Um detalhe interessante foi que na primeira cobrança, o goleiro Renan, do Sport, defendeu o chute de Danilo Barcelos, do Ceará. No entanto, o VAR interveio e mandou repetir a cobrança, alegando que o goleiro leonino havia se adiantado antes da batida na bola. Danilo converteu na segunda tentativa. Agora, tanto o Sport quanto o Ceará voltam sua atenção para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

A partida

Antes da partida, a lateral direita do Sport era uma grande incógnita, mas acabou sendo preenchida por Ewerthon, uma vez que Eduardo não foi sequer relacionado para o banco de reservas. Por outro lado, o Ceará manteve a mesma formação do jogo anterior, disputado na Arena Castelão. O Leão começou pressionando o adversário, com destaque para a jogada de Jorginho, que quase resultou em gol aos sete minutos, após uma falha do goleiro Richard. No lance seguinte, Vágner Love invadiu a área, mas chutou fraco, nas mãos do goleiro do Ceará.

Em seguida, o técnico do Sport, Eduardo Barroca, teve que fazer uma substituição forçada, uma vez que o lateral-esquerdo Willian Formiga se machucou, dando lugar a Danilo Barcelos, que, curiosamente, havia jogado pelo Sport em 2014 e sido campeão em cima do Ceará.

Finalmente, a torcida rubro-negra pode comemorar um gol aos 26 minutos do primeiro tempo, quando Luciano Juba aproveitou uma boa jogada de Love e Cariús para marcar o único gol da partida. Este foi o sexto gol do atacante na Copa do Nordeste e o décimo terceiro na temporada. Com este resultado, a disputa foi levada para os pênaltis.

Acesse nosso SITE para mais notícias

Acompanhe nosso FACEBOOK

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui