Bahia vence o Jacuipense. Na tarde de domingo (2), o Bahia triunfou sobre o Jacuipense por 3 a 0 na Arena Fonte Nova, no segundo jogo da final do Campeonato Baiano. Com esse resultado, o Esquadrão de Aço alcançou o 50° título de sua história na competição estadual. Os gols da partida foram marcados por Everaldo, Cauly e Jacaré, todos no segundo tempo, levando o placar agregado a 4 a 1 em favor do Bahia.

O Bahia está se preparando para o seu próximo desafio, a estreia no Campeonato Brasileiro. Na primeira partida do Tricolor na elite do futebol nacional, eles enfrentarão o Red Bull Bragantino como visitantes. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não divulgou a tabela completa do campeonato, nem a programação do jogo contra o Volta Redonda, válido pela terceira fase da Copa do Brasil. Enquanto aguarda por mais informações, o Jacuipense se concentrará na sua próxima partida, contra o ASA-AL, pela primeira rodada da Série D.

Em casa 

Jogando em casa com a decisão do título em aberto, onde quem vencesse sairia campeão, o Bahia iniciou a partida com uma postura ofensiva e sem conceder espaço ao Jacuipense. Aos seis minutos, o Tricolor quase marcou, mas Chávez finalizou para fora após receber passe de Cauly pela esquerda. Aos 10 minutos, Jacaré cruzou pela direita e a bola sobrou para Daniel, que chutou alto demais, mandando a bola para fora do campo.

O Jacuipense teve dificuldades para armar jogadas e avançar em direção ao gol adversário. Sem a bola, o Bahia pressionou incessantemente, impedindo que o time de Riachão do Jacuípe criasse jogadas perigosas. Aos 16 minutos, Jacaré cruzou novamente pela direita, buscando Cauly na área, mas o meia acabou cometendo falta e o árbitro Diego Pombo Lopez marcou a infração.

Aos 22 minutos, o Bahia quase marcou quando Cauly recebeu um passe de Acevedo pela direita e chutou forte, acertando a trave de Jean. Quatro minutos depois, o Jacuipense teve uma oportunidade quando Welder recebeu a bola pela direita, fez um corte em Biel e cruzou rasteiro para Vinícius Amaral na área, mas o goleiro Marcos Felipe fez uma grande defesa. Aos 29, Jacaré finalizou para fora após um bom cruzamento de Biel pela esquerda. O Bahia continuou pressionando e, aos 31 minutos, Cauly cruzou pela esquerda, mas Jean agarrou a bola. Aos 35 minutos, Biel tentou dar um chapéu no defensor, mas a jogada foi interrompida e a torcida do Bahia pediu um pênalti por falta em Weverton. No entanto, o VAR decidiu que o jogo deveria continuar.

Nos acréscimos, houve uma colisão entre o zagueiro Marcos Victor e o lateral Radar, com Marcos saindo machucado. Renato Paiva substituiu-o com a entrada de Gabriel Xavier.

Segundo tempo

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, o Bahia pressionou novamente com um cruzamento rasteiro de Everaldo, mas Jean defendeu. Aos dois minutos, Biel cruzou para Jacaré, mas o atacante não conseguiu finalizar. O jogo continuou aberto, mas sem muitas chances claras de gol.

Aos 12 minutos, o Jacuipense chegou com perigo em uma jogada pela direita, mas a finalização de Rafinha foi para fora. O Tricolor respondeu aos 18 com um chute de Chávez que passou perto da trave. Aos 22, o Jacupa tentou em uma cobrança de falta, mas a bola passou por cima do gol.

Aos 24 minutos, Everaldo quase marcou o segundo dele e o terceiro do Bahia, mas Jean fez outra grande defesa. Dois minutos depois, o goleiro do Jacuipense fez nova intervenção em um chute de Cauly. Aos 29, o Tricolor teve mais uma oportunidade, mas o chute de Chávez foi bloqueado pela zaga.

O Jacuipense tentou pressionar nos minutos finais, mas sem sucesso. O Bahia administrou a vantagem e garantiu a vitória por 2 a 0. O próximo compromisso do Tricolor será pela Copa do Brasil, contra o Volta Redonda, enquanto o Jacupa enfrentará o ASA-AL pela Série D.

Acesse nosso SITE para mais notícias

Acompanhe nosso FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui