Segundo Carlo Ancelotti, treinador do Real Madrid. Vinicius Junior merece ser admirado por fãs de futebol em todo o mundo. Mas não ser vítima de discriminação racial. Infelizmente, o jogador brasileiro tem sido frequentemente alvo de abusos raciais na Espanha nesta temporada. Isso levou a Liga Espanhola a encaminhar seis casos de “insultos ou cânticos racistas” às autoridades competentes.

Recentemente, um grupo de torcedores extremistas do Atlético de Madrid colocou uma figura em effígie do jogador Vinícius, de apenas 22 anos, pendurada em uma ponte próxima ao campo de treinamento do Real Madrid. Esse incidente está sendo investigado pelas autoridades policiais. Infelizmente, vários casos de racismo direcionados a Vinícius foram registrados em vídeo. Vale lembrar que o jogador brasileiro foi o responsável por marcar o gol da vitória do Real Madrid sobre o Liverpool na final da Liga dos Campeões da temporada passada, por 1 a 0.

No entanto Ancelotti está confiante de que Vinícius mais uma vez dará o seu melhor no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. Que será contra o Liverpool, que acontecerá em Anfield na terça-feira. Assim antes da partida, o técnico afirmou em uma entrevista coletiva que a mudança nas pessoas só pode ser alcançada por meio da cultura. Também de um propósito comum e de um sentimento de humanidade, e que não se deve culpar apenas a Espanha pelos incidentes racistas, já que eles ocorrem em todo o mundo.

Vinicius J.r

Momentos difíceis

Todavia Vinícius está lidando muito bem com as adversidades fora de campo e permanece focado em seu jogo. Ele adora jogar futebol e sua performance em campo não tem sido afetada. O técnico destaca que em jogos importantes, Vinícius costuma mostrar seu melhor desempenho, e espera que isso se repita no grande jogo que acontecerá no dia seguinte.
Além disso, o técnico ressalta que é um prazer assistir Vinícius jogar, assim como os torcedores apreciam jogadores como Pedri, Gavi, Mbappé e Haaland. Infelizmente, a disputa pelo título da La Liga do Real Madrid tem perdido força desde a pausa da Copa do Mundo, com o Barcelona abrindo uma vantagem de oito pontos na liderança da tabela.
Em suma, os grandes times espanhóis reservam sua melhor performance para as últimas fases da Liga dos Campeões. No entanto, a equipe do Real Madrid sofreu um contratempo com a notícia de que Aurelien Tchouameni e Toni Kroos não poderão viajar para a Inglaterra devido a problemas de saúde.

Ancelotti

Ancelotti
Treinador
Ancelotti mencionou que a ausência de Kroos e Tchouameni obriga a equipe a fazer mudanças que não seriam ideais. No entanto, ele afirmou que não está preocupado, pois a equipe tem um bom espírito e já jogou bem anteriormente sem eles. O técnico também destacou que os jogadores que entraram em campo no lugar dos ausentes têm tido boas atuações. Isso aumenta a confiança da equipe.

Acesse nosso SITE para mais notícias

Acompanhe nosso FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui