Brasil perde título para as inglesas nos pênaltis. A Seleção Brasileira feminina não teve sucesso em sua partida contra a Inglaterra na Finalíssima, que determinaria o campeão entre os vencedores da Copa América e da Eurocopa. A partida foi disputada em alta intensidade, com ambos os times buscando a vitória, e acabou empatada em 1 a 1 no tempo regular. Assim com o Brasil marcando um gol nos minutos finais. No entanto, nas cobranças de pênalti, a equipe inglesa se saiu melhor diante de sua torcida no Estádio de Wembley, vencendo por 4 a 2. Este resultado foi uma decepção para o time tupiniquim, que estava se preparando para disputar a Copa do Mundo ainda este ano.

Embora tenha ficado em segundo lugar na Finalíssima, a Seleção Brasileira feminina conseguiu acumular pontos valiosos em sua preparação para tentar conquistar o seu primeiro título mundial. Faltando menos de três meses para o início da Copa do Mundo Feminina na Austrália e Nova Zelândia, a equipe da treinadora Pia Sundhage teve um jogo equilibrado contra a forte equipe inglesa, que é uma das favoritas para ganhar o torneio organizado pela FIFA. Ainda na sua turnê pela Europa, a equipe enfrentará a Alemanha na próxima terça-feira (13) às 13h.

O jogo destacou a força e o crescimento contínuo do futebol feminino em todo o mundo. A primeira edição da Finalíssima foi um grande sucesso de público, com a presença de 83.132 torcedores no estádio para assistir à partida entre Inglaterra e Brasil. Entre eles estava o atacante Richarlison, da equipe masculina brasileira, que compareceu a um dos treinos da equipe comandada por Pia Sundhage e também assistiu ao jogo com um cartaz que dizia: “Se o Brasil joga, eu vou”.

Empate no sufoco

Brasil feminino

Sob o comando da treinadora Pia Sundhage, as jogadoras brasileiras tiveram momentos distintos durante a partida disputada em Londres. No primeiro tempo, a equipe tupiniquim encontrou dificuldades para construir jogadas ofensivas e teve poucas oportunidades de perigo. A Inglaterra também enfrentou dificuldades com a marcação verde e amarela, mas conseguiu abrir o placar aos 22 minutos com um gol de Toone, obtido através do domínio do jogo. As jogadoras inglesas não conseguiram ampliar a vantagem no placar graças às boas defesas da goleira brasileira Lelê.

No segundo tempo, o Brasil mudou o seu comportamento em campo, com duas substituições que melhoraram o seu desempenho. A equipe criou diversas oportunidades de gol, mas esbarrou nas defesas da goleira Earps. Enquanto isso, a Inglaterra tentava matar o jogo nos contra-ataques, mas sem efetividade. Quando o fim da partida se aproximava, a Seleção Brasileira conseguiu empatar o jogo. Aos 47 minutos, Andressa Alves aproveitou um rebote da goleira inglesa e deixou tudo igual em Wembley.

Em suma as duas goleiras foram os destaques da partida e brilharam no momento decisivo das cobranças de pênalti. Tanto Lelê quanto Earps se impuseram e defenderam as segundas cobranças de suas adversárias. A situação brasileira na disputa com a Inglaterra ficou desfavorável quando Rafaelle acertou o travessão e deixou as donas da casa em vantagem. Com o apoio massivo da torcida em Wembley, as inglesas foram eficientes nas cobranças seguintes e confirmaram a vitória por 4 a 2.

Acesse nosso SITE para mais notícias

Acompanhe nosso FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui