O Brasil começou oficialmente procurar, dentro e fora do país, por técnico para seleção. Assim Tite assinou sua rescisão como técnico da Seleção, que comandou por duas Copas do Mundo.

“A busca vai começar agora, só depois de oficializa a saída de Tite”, disse Ednaldo Rodrigues, presidente da  CBF, em coletiva de imprensa.

“Queremos que seja um treinador de respeito e que possa dar um padrão de jogo, que seja condizente com os atletas. Fazer o que o Brasil sempre procurou fazer, que seja bem agudo”, enfatizou.

O presidente da CBF Afirmou que até agora não procurou possíveis candidatos ao cargo.

 

“Até o final do ano passado eu acho que eu ouvi serem citados 26 nomes. Alguns daqueles nomes que vocês (jornalistas) colocaram ali, vamos trabalhar em cima deles”, afirmou.

No entanto tem variedades de possíveis substitutos para o cargo de Tite e inclui treinadores renomados. Contudo seria:  Pep Guardiola e Luis Enrique, o italiano Carlo Ancelotti e o francês Zidane.

Cogita-se brasileiros como Dorival Júnior, Fernando Diniz, Mano Menezes e Renato Portaluppi, e ainda  Abel Ferreira e Jorge Jesus.

Portanto contratar um técnico  estrangeiro divide a torcida brasileira: 48% são contra e 41% são favoráveis, segundo pesquisa do Instituto Datafolha realizada em dezembro.

 Visite nossa página no facebook LINK
Para mais notícias Acesse nosso LINK

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui