Início » Blog » Investimento Histórico no Futebol Feminino Brasileiro

Investimento Histórico no Futebol Feminino Brasileiro

Investimento Histórico no Futebol Feminino Brasileiro

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anuncia um investimento sem precedentes de R$ 25 milhões no Campeonato Brasileiro Feminino A1 de 2024. Durante uma reunião inédita do conselho técnico com os clubes, uma iniciativa há muito solicitada, o presidente Ednaldo Rodrigues revelou importantes alterações, incluindo o aumento significativo nas cotas dos clubes e na premiação para os times de destaque.

Detalhes do Aumento de Cotas e Premiações

Pela primeira vez, o conselho técnico se reúne a pedido dos líderes do futebol feminino, resultando em um aumento de 25% na premiação para o campeão e o vice-campeão. As cotas para os clubes também sofreram ajustes: na primeira fase, cada um dos 16 participantes verá o valor de participação saltar de 30 mil para 300 mil reais. Os oito classificados para a segunda fase receberão R$ 100 mil, enquanto os quatro finalistas ganharão um adicional de R$ 100 mil. No total, as cotas distribuídas aos clubes atingirão R$ 6 milhões. A premiação total bate recordes, chegando a quase R$ 2,3 milhões, com o campeão recebendo R$ 1,5 milhão e o segundo colocado, R$ 750 mil.

futrebol feminino (1)

Inovações Tecnológicas e Apoio Arbitral

A CBF confirma a implementação do VAR a partir das quartas de final, além de assumir o custo da arbitragem em todos os jogos, eliminando a ajuda de custo anteriormente fornecida aos clubes para essa finalidade. Adicionalmente, os árbitros designados para os jogos não serão dos estados dos times mandantes ou visitantes, garantindo maior imparcialidade nas partidas.

Compromisso com o Fortalecimento do Futebol Feminino

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, expressou o compromisso da entidade em fortalecer o futebol feminino brasileiro, destacando a intenção de investir na qualificação de profissionais em diversas áreas do esporte. A meta é elevar significativamente a qualidade do futebol feminino nos próximos anos, formando uma nova geração de gestoras, médicas, treinadoras e árbitras.

Visite nosso Facebook 

 

Deixe um comentário