Início » Blog » Júri Popular para Acusado de Morte de Torcedora do Palmeiras

Júri Popular para Acusado de Morte de Torcedora do Palmeiras

Júri Popular para Acusado de Morte de Torcedora do Palmeiras

Flamenguista a Júri por Morte com Garrafa

Jonathan Messias Santos da Silva, torcedor do Flamengo, enfrentará júri popular acusado de lançar uma garrafa que levou à morte de Gabriela Anelli, torcedora do Palmeiras de 23 anos, em julho de 2023. A decisão foi tomada pela juíza Marcela Raia de Santana, da 5ª Vara do Tribunal de Justiça de São Paulo, após um confronto entre torcidas antes de uma partida no Allianz Parque.

Decisão Judicial e Acusações

palmeirense

Marcela Raia de Santana, a juíza responsável pelo caso, ordenou que Jonathan seja julgado por homicídio doloso, considerando a intenção de matar, agravado por motivo fútil e por utilizar meios que dificultaram a defesa da vítima. A magistrada também recusou liberar Jonathan, preso desde 25 de julho de 2023.

Defesa Contestará Decisão

A defesa de Jonathan criticou a decisão da juíza, alegando que não condiz com as evidências apresentadas, e anunciou que recorrerá ao Tribunal de Justiça para buscar a reversão da ordem de júri popular.

Detalhes do Incidente Fatal

Gabriela Anelli foi atingida no pescoço por uma garrafa durante o embate entre as torcidas, sendo rapidamente socorrida e levada para a Santa Casa, no centro de São Paulo. Apesar dos esforços médicos, ela sofreu duas paradas cardíacas e veio a falecer.

Visite nosso Facebook 

Deixe um comentário